Empreendedorismo e os principais tipos que existem

Empreendedorismo e os principais tipos que existem

O que afinal é o empreendedorismo e os principais tipos que existem?

A princípio, antes de falarmos sobre o empreendedorismo e os principais tipos que existem, vale lembrar que nem sempre a palavra “empreendedorismo” fez parte oficial da língua portuguesa. No entanto, houve empreendedores ao longo dos séculos que contribuíram para grandes mudanças na humanidade.

Hoje, o termo é cada vez mais usado para definir alguém que pode identificar problemas. Da mesma forma oportunidades e encontrar soluções inovadoras. Isso não significa que os empreendedores sejam necessariamente um empresário.

O que é Empreendedorismo?

O Empreendedorismo é definido como a ciência e a arte de empreender. Em outras palavras: executar projetos, encontrar soluções e transformar oportunidades em negócios rentáveis.

Nos negócios, a criação de uma empresa ou produto a partir de uma ideia inovadora, está diretamente relacionada ao empreendedorismo.

O primeiro a usar o termo empreendedorismo foi o economista e cientista político Joseph Schumpeter. Pioneiro em reconhecer que a inovação é o motor do desenvolvimento capitalista.

Atualmente o empreendedorismo é uma qualidade altamente valorizada. Pois o progresso econômico e social depende da atuação de líderes empreendedores e economistas. No entanto a natureza do empreendedorismo segue mudando.

O Empreendedorismo e a sua importância.

Primordialmente a importância do empreendedorismo na dinamização da economia de um país é inegável. Pois incentiva a geração de novos empregos, e também, a criação de produtos e serviços para o mercado, bem como a criação de soluções inovadoras para diversos setores.

Empreendedorismo e os principais tipos que existem

Conheça os tipos principais de Empreendedorismo abaixo:

A princípio vale ressaltar que nem todas as formas de fazer negócios são iguais. Fundadores de startups, MEI e donos de franquias de praças de alimentação de shoppings são todos empreendedores. Mas de maneiras diferentes.

Veja abaixo os 6 principais tipos de startups, qual é a melhor para o seu perfil!

1. Empreendedorismo Pessoal

O empreendedorismo individual é uma tendência recente. Que visa capacitar os profissionais a iniciarem seus próprios negócios no mercado nacional.

Em linhas gerais, existem duas formas de fazer isso: contratar um MEI (Micro Empreendedor Individual) ou abrir uma EIRELI (Sociedade Limitada Individual).

Na prática, trata-se de uma operação de pequena escala mas fácil de iniciar e operar no mercado. Para quem tem a oportunidade de trabalhar como profissional autônomo; essa é uma ótima forma de começar um negócio e ganhar mais dinheiro.

2. Empreendedorismo Informal

A taxa de desemprego no Brasil vem caindo, mas isso não significa que empregos formais estejam sendo criados. De acordo com o IBGE, a queda do desemprego tem sido associada às pessoas que se dedicam a negócios informais. Cerca de 40,9% população está empregada em empregos informais.

3. Franquia

Um dos benefícios de abrir uma franquia é que você está administrando um negócio usando um modelo de negócios testado. Apoiado por uma empresa com experiência significativa para facilitar as coisas.

Então, em teoria, esse é um dos tipos de startups mais fáceis de executar, pois já possui um processo bem definido. No entanto, isso não significa que a vida dos franqueados seja tranquila, pelo contrário: esta atividade tem seus próprios desafios e obstáculos.

4. Empreendedorismo cooperativo

A princípio quando muitos empreendedores individuais se uniram para criar um modelo de negócio, passaram a atuar em um tipo diferente de empreendedorismo: o cooperativismo. Na prática, consiste no apoio mútuo de vários profissionais para que possam trabalhar juntos. Sobretudo para alcançar melhores oportunidades de negócios utilizando conceitos de economia colaborativa.

Um exemplo é quando vários profissionais da área publicitária, como redatores, planejadores. Também, revisores, designers, redes sociais e editores de vídeo, trabalham juntos para atender um cliente melhor do que sozinhos.

Para ter sucesso, você precisa de muita organização, responsabilidade e boas habilidades de comunicação.

5. Empreendedorismo Social

De todos os tipos de empreendedorismo, o social é o mais diferente. Seu objetivo é ter um impacto positivo na sociedade, não importa o campo. Pode ser uma empresa de tecnologia, que visa melhorar o transporte ou um programa que oferece atendimento psicológico a comunidades carentes.

O grande desafio desse espírito empreendedor é focar esforços para causar um impacto positivo. E, ao mesmo tempo, encontrar formas de reunir recursos financeiros. Assim manter o projeto em funcionamento, patrocinando ou aceitando doações.

6. Empreendedorismo Digital

Um dos motivos do crescimento do empreendedorismo no Brasil e no mundo é o cenário digital. Com a chegada de novas tecnologias como a computação em nuvem. O uso da internet e dos smartphones criaram oportunidades, para os empreendedores desenvolverem serviços e produtos digitais.

Uma das características do empreendedorismo digital é que ele é versátil. Atendendo tanto varejistas (e-commerce,) quanto produtos de conteúdo (há produtos de informação, vídeos e podcasts), como aplicativos e outros serviços no meio (como Uber, Netflix, etc.).

Veja também:

15 Livros Sobre o Mundo do Empreendedorismo

Como ser um Empreendedor de muito Sucesso confira dicas exclusivas!

Compartilhe este post:

Este blog utiliza cookies para garantir uma melhor experiência. Se você continuar assumiremos que você está satisfeito com ele.